terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Coluna: filmes que não podem cair no esquecimento = O Retorno

Estreia do cineasta Andrey Zvyagintsev foi igualmente arrebatadora como seus filmes posteriores




Antes de comentar "Sem Amor" ("Loveless"), é oportuno que eu mencione que, dentro do grupo de filmes que não podem cair no esquecimento, está a absurda estreia na direção de um dos 3 principais cineastas russos pós-anos 2000, Andrey Zvyagintsev com o seu poderoso "O Retorno", em 2003. PUTA QUE PARIU, que filme! De Kafka a Abraão e Isaac, em "O Retorno" um conto, ora metafórico, ora sublime composição da imagem apenas pra ficar lá "babando", evoca a relação de dois irmãos colocados juntos de um pai que não viam há 12 anos. Os 3 seguem juntos por uma jornada cruel o tempo todo, que se afunila sem censura alguma e que deixa o expectador, a cada enquadramento belíssimo desse cineasta, sem forças para lutar contra. Esse cinema feito por Andrey chegou a ser lembrado como o cinema de Tarkovsky, mas tem sua personalidade própria, acompanhando as maiores características do que se passou a ser feito no cinema pós-anos 2000, ao redor do mundo. De fato, Andrey hoje está pelo menos entre os 3 cineastas russos que pensam sua sociedade e de forma muito original. Em "O Retorno", assim como ainda acontece em sua filmografia, seus grandes personagens estão em lugares interiores da Rússia e, mesmo na estrada, parecem estar se enfiando cada vez mais para dentro; a imagem de um irmão mais velho e um irmão mais novo, confrontados pela autoridade do pai, e a maneira como ambos vão aceitando e respondendo diferentemente a esta autoridade, já denominava em 2003 todas as divisões e rupturas de um país, aliadas as perspectivas das novas gerações. E toda a beleza está na crueldade que o filho mais novo parece ser vítima, está no ódio que vai carregando e acumulando, está em tudo aquilo que, quando mais velhos, olhamos para trás e sentimos certo arrependimento. Ao mesmo tempo em que "O Retorno" revela uma outra cultura, uma outra alma, revela também, mesmo com a frieza absurda que o cineasta Zvyagintsev protege à narrativa, o amor que há entre aqueles personagens. O resultado é absolutamente maravilhoso, a trilha sonora é estupenda, é um soco no estômago, é um filme que não pode ser esquecido, que foi indicado pela Rússia ao Oscar e que recebeu a indicação ao Globo de Ouro como melhor filme estrangeiro em 2004.

" O RETORNO " - Vozvrashchenie - Dir. por Andrey Zvyagintsev - Rússia - 2003/2004

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: 
Página Oficial:
YouTube: 



MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA! 


domingo, 25 de fevereiro de 2018

Madame



O nome desta cineasta francesa é Amanda Queffélec-Maruani, que se fez conhecer por Amanda Sthers e ela, além de cineasta, é romancista, dramaturga e roteirista. Filha de uma advogada e de um psiquiatra, em suas memórias lembra-se de detalhes como ter nascido em Paris ao som de "Grease", de ter crescido assistindo os clássicos do Western e afirma que sua sensibilidade se fez assistindo "ET" e "Goonies". Aos 15 anos escreveu seu primeiro romance e já teve 10 obras traduzidas para 14 países. Em 2008 dirigiu seu primeiro filme, lançado em 2009, chamado "Je Vais Te Manquer" e, em 2017, no Festival de Cinema de Zurique, lançou "Madame", seu filme em inglês, que chega agora ao Brasil. "Madame" conta com esse grande elenco composto por Toni Collette, pela grandiosíssima Rossy De Palma (musa espanhola, de Pedro Almodóvar, um patrimônio), Harvey Keitel e Tom Hughes.

Na tramade de "Madame", Anne e Bob são um casal rico que decide se mudar para Paris. Chegando lá, se apresentam à sociedade em um grande jantar. A chegada de um convidado a mais faz com que a conta dos presentes seja igual a 13 - um número maldito pelo casal. Eles decidem então arrumar a empregada da família como se fosse uma cidadã da alta sociedade parisiense para espantar a uruca - mesmo que com isso, façam com que tudo dê errado por causa da atrapalhada mulher. Aguardado, e distribuído pela Califórnia Filmes, o longa estreia dia 29 de março. 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema 
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 



MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Pantera Negra

"Pantera Negra e Wakanda: criatura e habitat por si só. E nada mais!"



FOTOGRAFIA FEITA NO CINEMA MULTIPLEX ITATIBA MALL


Quando você escreve sobre um filme, depois que uma grande maioria já assistiu, é possível atrair muito mais cabeças pensantes, para compartilhar suas impressões. No caso de "Pantera Negra", fazer esse compartilhamento agora, cairá como uma luva, dado o valor do filme e dadas algumas manifestações que me entristeceram e/ou que me parecem equívocos. Espero profundamente, mais do que em pleno calor das discussões sob as que as sociedades estão, que em pleno 2018, possamos olhar e perceber "Pantera Negra" como uma realização enérgica, que atrai como um imã as urgências, que se transforma em canal e que, sim, produz o efeito transcendente, com o mesmo ímpeto, valor e liberdade, por exemplo, de "Mulher-Maravilha". Infelizmente doeu ver opiniões (respeitáveis como opiniões) interpretando "Pantera Negra" a imagem de um "carnaval brasileiro" ou como uma estrutura de um carnaval. Quer dizer: que filme sem importância, não é mesmo? No entanto, independente das opiniões e (graças a todas as deusas e deuses do cinema) acima delas, o filme é bom, é um bom filme e é, sim, uma das vozes mais poderosas nos dias de hoje. Duvide do que você lê, duvide do que você ouve e, pra receber um mínimo de segurança, busque mais, porque "Pantera Negra" é bem mais, bem mais Cinema e bem mais que Cinema. 

Wakanda é assim: é o lugar que evoluiu tecnologicamente, que preserva sua tradição, sua diversidade e que, no seu direito, se mantém isenta do envolvimento com o resto do mundo. É a super-proteção, que está na sua coerência e na sua pacificidade. Quando T'Challa assume o trono, novos tempos urgem e a urgência desses novos tempos estabelece o dilema. Um exemplar do maior tesouro de Wakanda, o vibranium, é roubado e torna frágil a segurança que Wakanda continue no anonimato. Não só isso, tem mais gente querendo o trono de Wakanda, gente com outros pensamentos, pois enquanto T'Challa tenta se comportar com o mínimo de prudência, o jovem Killmonger tem pensamentos opostos. É dessa forma que, nesta história, busca-se a política, busca-se um entendimento entre os movimentos que existem em Wakanda, mesmo quando eles livremente queiram experimentar outros lados. O Pantera Negra, que está no trono, não está a serviço de um heroísmo banal, ele compreende que está a serviço dos seus povos e, antes de ser um herói, ele é um líder, sob quem responsabilidades, perigosas ou não, irrompem sobre si. 

Pois bem, como ouvi uma pessoa dizer, é preciso perceber as rupturas que "Pantera Negra", o filme, produz. Pensar que negras e negros, pela primeira vez, estão assistindo uma produção mega talentosa toda estruturada por negros, com as maiores das liberdades e com orçamento de 200 milhões, é sim arrepiante. Pensar que todos nós estamos assistindo isso juntos, é mais arrepiante ainda. É inédito e está acontecendo agora. Um filme da Marvel, diferente de tudo, com um super-herói negro que, como disse acima, cresce quando é menos um super-herói e mais alguém frente aos dilemas. A direção de Ryan Coogler tem uma liga fantástica, mantém o ritmo e impede que se chegue ao final com um tom a menos, é sempre um tom a mais. Todos os personagens desse filme tem complexidade, tem humor e não qualquer humor, humor que ajuda a construir suas complexidades e seus entendimentos. As mulheres desse filme estão em igualdade explosiva, aliás, esse é o elenco dos talentos mais inexplicáveis: Lupita Nyong'o fascina violentamente, Angela Basset é de um respeito indescritível, Letitia Wright se diverte, mas é Danai Gurira a atriz coadjuvante mais perfeita. Dentre os homens, Chadwick Boseman enverga o Pantera Negra e Michael B. Jordan sustenta suas impressões anteriores, do excelente ator que é; e tem os brancos coadjuvantes que também estão excelentes, Andy Serkis e Martin Freeman. Então, sinceramente e honestamente, considero inaceitável interpretações que tentem (sem sucesso) desqualificar esse filme, que, em pleno 2018, soma, agrega e é muito mais Cinema. 

" PANTERA NEGRA " - Black Panther - Dir. de Ryan Coogler - EUA - 2018 - Exibidor para o Daniel Serafim Mais Cinema: Cinema Multiplex Itatiba Mall 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema 
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 



MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

No clima do Oscar/2018: 3 é "O" filme



Foto: Reserva Cultural, São Paulo

Assisti "Três Anúncios Para Um Crime" por duas vezes no cinema, em telas imensas, que ficavam pequenas, quando o rosto de Frances McDormand surgia e, sem esforço, ocupava as telas. Na verdade, não era o rosto dela (e não é, porque é essa a intenção do cinema), mas era o rosto de Mildred Hayes, a mulher que teve a filha estuprada e assassinada, e que clama justiça. Eu não precisaria assistir duas vezes, pois na primeira, o rosto dessa mulher me massacrou com a convicção: é este o filme do ano, é este! Aliás, diga-se de passagem, não só o filme do ano, mas num exame que explore camadas para além do filme, camadas que nos aproximem para urgências da perspectiva atual da vida e sociedade, poderemos perceber que o filme possa também ser um dos retratos mais lacerantes da década. "Três Anúncios Para Um Crime" provavelmente, neste momento, já encabeça a safra do cinema que vem expondo a "nova depressão", pós Trump, os retratos desta América, os mosaicos de emoções, dores e resistências, que formam as fraturas expostas e os lamentos de uma era que, quando precisava apenas andar pra frente, parece dar saltos pra trás. Depois do Oscar, chega meu comentário completo e na íntegra sobre "Três Anúncios Para Um Crime", mas, enquanto isso, uma convicção: todos somos Mildred Hayes ❤

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema 
Youtube: Daniel Serafim Mais Cinema

Hashtags no Instagram:
#TrêsAnúnciosParaUmCrime #ThreeBillboardsOutsideEbbingMissouri #MartinMcDonagh #FrancesMcDormand #SamRockwell #WoodyHarrelson #Oscar #Oscar2018 #GloboDeOuro #GloboDeOuro2018 #MelhorAtriz #BestActress #NoMaisCinemaVocêSabeMais #AGenteSempreQuerMaisDaquiloQueAGenteAma

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

O dia começa hoje com amor e com a certeza do caminho


VIVIANE E GISELE DELBUONO, DA ÓTICA NOSSA SENHORA DO BELÉM,
QUE ACREDITAM NO DANIEL SERAFIM MAIS CINEMA
GRATIDÃO DE CORAÇÃO!

Ganhei esse óculos, foi um presente da ÓTICA NOSSA SENHORA DO BELÉM, celebrando minha luta

Quero agradecer, dizer muito obrigado e soltar a gratidão por todos os meus poros! Aqui em Itatiba muita gente linda, por dentro e por fora, tem acreditado no potencial que desde 2016 tenho encontrado em mim para trabalhar como blogueiro de cinema, partindo do 0, como um verdadeiro "zé ninguém", saindo de Itatiba e construindo esse carreira, tijolo por tijolo, vencendo desafios e destruindo muralhas, na luta. Não é fácil. Amigas e amigos, como os amigos da ÓTICA NOSSA SENHORA DO BELÉM, no último ano se aproximaram da minha luta e entraram comigo violentamente na força do Daniel Serafim Mais Cinema. No último ano, Viviane Delbuono foi um anjo da guarda, Gisele e Eduardo Delbuono também me protegeram no que precisei (também tem o Augusto, com sua energia de amor) e, mesmo quando eu não falei de minhas dificuldades, eles se ofereciam a mim. Ganhar um óculos da ÓTICA NOSSA SENHORA DO BELÉM, e poder incorporar essa loja ao meu trabalho, essa loja com história de décadas de um serviço exemplar na cidade de Itatiba, é um desses momentos inesquecíveis e inexplicáveis. Essas atitudes me surpreendem a cada dia, elas curam toda a minha história de vida, elas me dão um norte e me fazem acreditar que, sim, cada dia é dia de vitória e de superação. Recebam hoje, Viviane, Gisele, Eduardo, Augusto, toda ÓTICA NOSSA SENHORA DO BELÉM, minha gratidão honesta e o meu amor por trabalhar, aqui no Daniel Serafim Mais Cinema, junto com vocês!

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema 
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

domingo, 18 de fevereiro de 2018

No Clima Do Oscar/2018: Daniel Day-Lewis



Há exatamente 10 anos atrás, o grande vencedor do Oscar de melhor ator era Daniel Day-Lewis, que neste ano, coincidentemente e curiosamente, está indicado ao Oscar e com um filme do mesmo diretor, Paul Thomas Anderson. Sua atuação em "Sangue Negro", assim como o filme e integrada a ele, permanece como um dos estudos mais assustadores e vorazes, expressando um anti-heroísmo e desafiando o que se entende por "leitura de uma nação" através do relevo que um único personagem é capaz de criar. A composição de Daniel Plainview, o personagem dentro do qual Daniel Day-Lewis é memorável, transcende a definição de "aula" e toma contornos antropológicos, partindo o cineasta Anderson da obra literária "Oil" e a expandido, com as propostas da engenharia cinematográfica, criando uma observação complexa e altamente substanciosa do apogeu de uma sociedade e/ou de seus "mitos". Daniel Day-Lewis compreendeu o olhar mitológico, compreendeu como certas figuras puderam afetar o desenvolvimento da humanidade (diga-se de passagem, nesse sentido, como emprega este olhar em "Lincoln", outro grande estudo) e, mais do que qualquer outra pessoa, mereceu o Oscar/2008.


Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim
Página Oficial: facebook.com/canaismaiscinema
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA! 

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Uma Espécie De Família


"Assisti esse filmão argentino na Mostra e saí tenso, mas fascinado!"



Em de 8 de Março, distribuído pela Pandora Filmes, chega aos cinemas "Uma Espécie de Família͟", prêmio de Melhor Filme no Festival Internacional de Chicago e Melhor Roteiro do Festival de San Sebastián .O longa do argentino Diego Lerman retrata a adoção ilegal em Misiones, na fronteira entre o Brasil e a Argentina, para questionar: até onde você chegaria para conseguir o que mais deseja?
Diego Lerman estreou como diretor em 2002 com o longa "Tan de Repente͟", que ganhou o Leopardo de Prata no Festival de Locarno, entre outros prêmios. Seu filme seguinte, "͞Mientras Tanto͟" (2006), participou da seleção oficial do Festival de Veneza. Em 2007, dirigiu o documentário ͞"Serviços Prestados͟", também apresentado no Festival de Locarno. Seus dois filmes seguintes, "La Mirada Invisible" (2010) e "Refugiado" (2014), foram exibidos na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. Ele também dirigiu a série de televisão ͞La Casa͟ (2015).
Sobre "Uma Espécie De Família":
"Malena se desafiará e desafiará os limites éticos e morais impostos por uma sociedade que costuma escolher o caminho mais fácil: olhar para o outro lado e ficar quieto.͟ (atriz Bárbara Lennie sobre sua personagem)
"Com uma protagonista magistralmente interpretada por Barbara Lennie, um roteiro mais do que notório e um desfecho muito humano, o filme tem muitos pontos favoráveis e mantém a tensão até o fim.͟" (Film Dreams)
"O grande destaque fica para Bárbara Lennie que está em praticamente todas as cenas do filme e é carismática, tem o olhar forte e uma ótima presença. Uma das melhores atuações do ano." (Nos Bastidores)
"Um filme tão enigmático quanto lúcido, tão cerebral quanto desconcertante." (El Mundo)
"O enredo é excelente, original e ascende o conhecido conflito das barrigas de aluguel." (Cinemagavia)
"Uma reflexão realizada com uma sutileza digna das melhores obras." (Cine para ler)
"Uma obra que privilegia a introspecção e o questionamento." (Woo! Magazine)
"Uma narrativa competente que sabe envolver o espectador." (Altapeli.com) ͞
Uma realidade sem panos quentes͟ (CeluloideParanoide) ͞
A coragem tem rosto de mulher.͟ (Clarín)

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim
Página Oficial: facebook.com/canaismaiscinema
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA! 

A Forma Da Água

Seguimos ouvindo os conselhos de " A FORMA DA ÁGUA "



Migas e migos, de todos os mundis e universis, fato é que precisamos de amor 😍 e a expressão de amor que "A Forma Da Água" nos ensina já tem mais de 250 indicações, mais de 80 vitórias e conta com 13 indicações ao Oscar/2018, além da grandeza do "Leão de Ouro" no "Festival De Veneza/2017".
Mas, mais do que indicações ou vitórias, fica uma das mais belas afirmações do cinema, para os dias de hoje, transmitida pelo cineasta Guillermo Del Toro: a afirmação de que, não importa a forma ou a diferença, o que a gente precisa mesmo é de amor e de amar 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim
Página Oficial: facebook.com/canaismaiscinema
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA! 

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Segunda Temporada: Big Little Lies

Lacrimejei! Lacrou: Laura Dern, Zoë Kravitz, Shailene Woodley, Resse Witherspoon, Nicole Kidman e Meryl Streep, todas confirmadérrimas!




Pessoas vivendo à base de balão de oxigênio, depois da 1ª temporada de "Big Little Lies" terminar, agora já podem respirar melhor, mas ainda sob observação médica, já que a 2ª temporada chega só em 2019. A notícia que fez retinas brilharem foi de que já estão confirmados os nomes dessas deusas aí do título e é o seguinte: a história recomeça da morte do Perry, com a Jane (Woodleyy) lá tentando voltar a ser plena, com a Renata (Dern) se reinventando no casamento e a Bonnie (Kravitz) lá surpresa o tempo todo com o seu passado. E, pra ficar ainda mais grosso o caldo, Madeline (Reese) e Celeste (Nicole) continuam divando, mas surge a deusa Streep como a mãe do Perry, que jaz em baixo da terra, porém parece que esse demo volta em flashbacks (será?!), ou seja, vou assistir tomando maracujina! Meu homem canadense de Montreal, o diretor Jean-Marc Vallée, produz dessa vez e entrega as rédeas para a minha mulher inglesa, a cineasta Andrea Arnold, que eu amo de paixão. É isso xenty, toma calmante e espera, mas que já está tudo de bom, isso está mesmo! 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim
Página Oficial: facebook.com/canaismaiscinema
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA! 

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Marina Person

Senhoras e senhores: os 49 anos de Marina Person



Guardei essa foto! Tive a honra, o prazer e a feliz oportunidade de encontrar a lindeza de Marina Person na última exibição especial para a imprensa de "The Square - A Arte Da Discórdia", no Caixa Belas Artes, em Dezembro de 2017. E guardei essa foto com o coração até o dia de hoje! Abordei Marina, expressei meu carinho por ela, elogiei sua estreia na direção de ficção com o ótimo "Califórnia", elogiei "Califórnia" e senti, através de Marina Person, o poder e a energia do pai (de pai pra filha), Luis Sérgio Person, uma das paradas obrigatórias da história do cinema brasileiro. Marina é atriz, apresentadora e cineasta, mas é e pode ser dezenas de outras funções, pois o talento que herdou não é desse mundo. Ela já tinha dirigido o documentário sobre seu pai e foi assim de uma inspiração que é só assistindo mesmo pra saber do que se está falando. Eu, hoje, com os ouvidos abertos a Luis Sério Person, que também está muito feliz nesse dia, me sinto feliz por ter conhecido Marina Person, por ter conversado com Marina e sentido sua leveza de vida bem de pertinho. Comemoro hoje, com alegria, seu aniversário e que venham muitos outros felizes encontros. Parabéns Marina, de coração!

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim
Página Oficial: facebook.com/canaismaiscinema
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA! 

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Chegou uma caixa do correio pra mim, o que será gente?





Sempre vou agradecer esse respeito, esse carinho e esse incentivo das empresas pelo trabalho de luta que a gente faz 😍

Vim abrir a caixa na sala Hollywood do Studio Neide Tuon, sala dedicada as divas e quero agradecer as maravilhosas Neide Tuon, Mazy Tuon e quero agradecer a A2 filmes e ao André Luis Cavallini Ferreira ❤

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim
Página Oficial: facebook.com/canaismaiscinema

 
MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Dunkirk

"Acho DUNKIRK foda, mas foda no nível mais alto e esse vídeo só projeta a minha convicção!"





"Dunkirk", pra mim, vai ficando ainda mais impressionante! Esse vídeo é uma forte demonstração de como Nolan realizou um trabalho ainda mais preciso, detalhista e perfeccionista, desses que não acontecem sempre no cinema. Um usuário do Vimeo, chamado Titouan Ropert, realizou esse ensaio colocando imagens reais da batalha de Dunkirk, lado a lado com as imagens criadas/recriadas pelo filme de Nolan e o resultado acresce ao nível de meticulosidade promovida por Nolan, na construção de "Dunkirk" como obra-prima. 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim
Página Oficial: facebook.com/canaismaiscinema
YouTube: Daniel Serafim Mais Cinema 

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Memorial: Sergei Eisenstein

FOTOGRAFIA FEITA NA FAZENDA SANTA BARBARA

Sergei Eisenstein, em 22 de Janeiro de 2018, faria 120 anos de idade e, em 11 de Fevereiro, completou 70 anos de morte. Este é o memorial a Sergei Eisenstein e, para celebrá-lo com amor hoje, abro meus ouvidos a tudo que eu possa ouvir sobre Eisenstein e a tudo o que eu posso ouvir diretamente desse deus do olimpo cinéfilo. 

A história do cinema faz parada obrigatória em Sergei Eisenstein e, em "O Encouraçado Potemkin", o cinema se altera e toma forma germinal. Realizou esse feito aos 27 anos de idade, depois da realização de "A Greve", seu primeiro impacto. A cena do massacre na escadaria de Odessa certamente continua entre as 3 cenas mais emblemáticas, poderosas e repetidas da história do cinema. "O Encouraçado Potemkin" surgia 20 anos depois da rebelião de 1905, o marco das transformações sociais que atingiriam o clímax na revolução de 1917, que derrubaria a autocracia russa e entregaria o poder aos Bolcheviques. Em todos os âmbitos testemunhou-se a reforma e, artisticamente, isso ocorreu entre a literatura, teatro, pintura e cinema. Eisenstein foi revolucionário, influenciado pelo construtivismo e pelo teatro, porém seu pensamento conseguiu transcender fundindo sua montagem, o maior penhor de seu legado. Definia sua montagem como "montagem dialética", contra todas as formalidades e linearidades, promovendo a percepção da narrativa pela forma, ou seja, onde interessa muito o modo como narra, juntamente do que narra. Cheio de simbolismos e metáforas, ele se opõe a organização do poder e transmite o caos conquistado pela liberdade. Aclamado, anos depois também foi censurado por gente do cinema russo e teve obras incompletas, fato que fez com que sua outra obra-prima, "Ivan, O Terrível", fosse lançada em 1945, mas tivesse sua segunda parte liberada somente em 1958, anos depois da morte de Stálin. Este é o memorial a Sergei Eisenstein.

Meus aniversariantes do Cinema nos últimos dias:

13 de Fevereiro - Kim Novak (85); Pernilla August (60); 

12 de Fevereiro - Christina Ricci (38); Josh Brolin (50); Darren Aronofsk (49); 

11 de Fevereiro - Jennifer Aniston (49); Whitney Houston (6 anos de morte); Burt Renolds (82); Taylor Lautner (26); Leslie Nielsen (faria 92 anos); Joseph L. Mankiewcz (faria 109 anos); Sergei Eiseinstein (70 anos de morte) 

10 de Fevereiro - Chloë Grace Moretz (21); Elizabeth Banks (44); Emma Roberts (27); Laura Dern (51); Alexander Payne (57);  

09 de Fevereiro -  Zhang Ziyi (39); Mia Farrow (73); Carmen Miranda (faria 109 anos); Michael B. Jordan (31); Tom Hiddleston (37); Joe Pesci (75)

08 de Fevereiro - James Dean (faria 87 anos); Nick Nolte (77); Jack Lemmon (faria 93 anos); John Williams (86); 

07 de Fevereiro - Ashton Kutcher (40); Héctor Babenco (faria 72 anos);  

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AM!

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

A Livraria

GANHADOR DO PRÊMIO GOYA 2018, ‘A LIVRARIA’ SERÁ DISTRIBUÍDO PELA CINEART FILMES

Longa de Isabel Coixet chega aos cinemas ainda no primeiro semestre


O filme “A LIVRARIA” (acima o cartaz internacional), da cineasta espanhola Isabel Coixet, foi o grande vencedor do Goya 2018, considerado o Oscar do cinema espanhol, realizado no último fim de semana. Com previsão de estreia no Brasil ainda no primeiro semestre e distribuição da Cineart Filmes, o longa levou para casa os troféus de Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Roteiro Adaptado. A cineasta já realizou filmes dos mais extraordinários como "Minha Vida Sem Mim", "A Vida Secreta Das Palavras", "Elegia" e seu último filme havia sido "Ninguém Deseja A Noite", com Juliette Binoche.  O próximo longa da cineasta levará a plataforma Netflix a história do primeiro casamento lésbico acontecido na Espanha e remontará a 1900.

A história é adaptada da obra da escritora inglesa Penélope Fitzgerald, lançada em 1978 e gira em torno de uma viúva que decide reconstruir sua vida e, para isso, resolve abrir uma livraria, apesar da oposição da população do vilarejo onde vive, na Inglaterra da década de 50. Apaixonada por literatura, a diretora Isabel Coixet recebeu o grande prêmio das mãos de Penélope Cruz e do cineasta Carlos Saura, dedicando os prêmios “a todos aqueles que ainda compram livros, abrem livrarias e amam cinema”. Falado em inglês, o filme traz um elenco estrelas formado por Emily Mortimer, Bill Nighy, Patricia Clarkson e Jorge Suquet, entre outros.

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema
Perfil Oficial: https://www.facebook.com/dsmaiscinema 



MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Daphne

Cartaz, trailer e data de lançamento



A Supo Mungam Films divulgou seu 1º lançamento para 2018 nos cinemas, a comédia dramática do Reino Unido " DAPHNE ", com estreia prevista para  de Março. O diretor escocês Peter Mackie Burns, vencedor de grandes prêmios internacionais por seus curtas-metragens como o Urso de Ouro no Festival de Berlim e uma indicação ao BAFTA por seu curta Milk, estreia no universo de longas metragens com o certeiro " DAPHNE ". O filme é um retrato sobre a Londres dos dia de hoje e sobre a vida de excessos e falta de propósito. Emily Beecham (Ave, César!), em atuação muito elogiada pelo público e crítica, dá vida à Daphne, uma mulher de 31 anos que vive com a sensação de que sua vida está parada, pois se sente jovem demais para se estabelecer e velha demais para ficar zoando por aí. Como forma de distração, ela se mantém ocupada com pessoas, amigos e amantes. Até que testemunha um crime, algo que irá fazer ela refletir. Esta comédia dramática do Reino Unido, dos mesmos produtores do premiado "45 Anos" (de Andrew Haigh), foi exibida em diversos festivais, e Emily Beecham foi premiada em Torino e Edinburgh por sua atuação como Daphne. 

Diz o diretor: "O projeto foi originado de um desejo de criar um filme sobre uma personagem complexa que se recusa a ser rotulada pelos papéis comumente designados a muitas mulheres - esposa, namorada, parceira, mãe, filha obediente - a lista é um pouco exaustiva. Nós também gostaríamos de criar uma personagem que tivesse senso de humor e que não resistisse a usar isso como arma psicológica. O que nos atraiu ao criar essa história foi recriar uma personagem distinta que fosse engraçada, complexa, muitas vezes difícil, vulnerável, um pouco egoísta e identificável".

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema



MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

François Truffaut

François Truffaut faria 86 anos



52 anos de vida
34 anos de saudade
Quase 30 anos de carreira
🌟 "Os Incompreendidos" 🌟 "Atirem No Pianista" 🌟 "Jules E Jim - Uma Mulher Para Dois" 🌟 "A Noite Americana" 🌟

O cinema celebra hoje o legado e a memória de uma de suas mentes mais conjugáveis, no sentido de que ele construiu a história do cinema com afeto e de que ele afetou a mesma história. Meus ouvidos hoje estão atentos a tudo o que eu possa ouvir sobre Truffaut e a tudo o que eu possa ouvir diretamente de sua presença. Aquele que era um crítico feroz na "Cahiers Du Cinéma", tinha tanto fascínio e amor por filmes, que faltava na escola para assistí-los. Diz-se que Godard foi o mais moderno partindo da Nouvelle Vague, porém o mais querido foi Truffaut, mesmo transitando por uma personalidade que também se manifestou mais evidente em outros momentos. A partida de sua carreira com " OS INCOMPREENDIDOS" foi sublime, construída dos ideias que ele defendia como crítico e com a dualidade entre a negação de ser um filme autobiográfico e o filme trazer um tanto das suas intimidades. Aos 28 anos de idade ele encantou o mundo levando as telas a história de Antoine Doinel (icônico Jean Pierre Léaud), durante sua transição da infância à adolescência, sobrevivendo aos desencantos escolares e familiares, posteriormente com sua ida para o reformatório. Este belíssimo filme antológico é um marco do próprio espírito libertário, autoral, puro e moderno, acompanhando o espírito e o carisma latente da Nouvelle Vague. Celebramos hoje, com saudade, essa glória postulada com a existência de Truffaut, nos 86 anos que faria no dia de hoje <3

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Amante Por Um Dia

Herdeiro predileto da Nouvelle Vague, Philippe Garrel fecha trilogia feminina e menciona misoginia



Em 1º de Março chega aos Cinemas " AMANTE POR UM DIA ", o aguardado novo filme do francês Philippe Garrel, que fecha a conhecida trilogia feminina, que foi formada pelos filmes " O CIÚME " e " À SOMBRA DE UMA MULHER ". Uma das curiosidades é que o cineasta percebeu que a duração de 75 minutos para esses filmes seria uma marca positiva e agregou à trilogia esta fórmula: 75 minutos, filmados em 21 dias, em Cinemascope e em preto e branco. 

Com mais de 50 anos de carreira, Philippe que é uma das crias prediletas da Nouvelle Vague, "enfeitiçado" aos 16 anos pelo filme "O Pequeno Soldado" de Jean-Luc Godard, é também obcecado por Freud e construiu roteiros completos, inspirado por sonhos. No projeto dessa espécie de trilogia ele se aproximou de um lado feminino que o surpreendeu em demonstrar como as mulheres o abraçaram. Em " AMANTE POR UM DIA " trabalha com sua filha (Esther Garrel) e com sua esposa (Caroline Deruas), depondo a importância de combinar mulheres e homens, promovendo também na produção um debate sobre misoginia. Ele afirma o quanto, no passado, foi arcaico que papéis femininos fossem escritos só (ou apenas) por homens. Então, sobre " AMANTE POR UM DIA ", ele chama a atenção para o diálogo da personagem interpretada por sua filha e a amorada do pai, diálogo escrito por mulheres, o que salienta a autenticidade e a honestidade quanto a visão feminina. Quanto a influência freudiana ele fez uma interessante observação sobre estra trilogia, dizendo que " O CIÚME " era sobre a neurose da mulher, que " À SOMBRA DE UMA MULHER " era sobre e libido da mulher  e que " AMANTE POR UM DIA " é sobre o inconsciente da mulher. A estreia está prevista para 1º de Março no Brasil, distribuído pela Fênix Filmes e iremos comentar muito mais, porque aqui é sempre um pouquinho mais, Mais Cinema!

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Procura-se


Sonho: encontrar um amor tão ou mais cinéfilo quanto eu  
Enquanto procuro por esse amor cinéfilo, sigo minha luta: hoje fiquei em Itatiba atendendo clientes, para que eu consiga continuar me deslocando para São Paulo, com toda garra e, assim, continuar me entregando pelo Cinema. A agenda desta semana é:
Amanhã (06): estarei em São Paulo, como convidado da California Filmes, para uma exibição especial para a imprensa do filme " EU, TONYA ", indicado a 3 Oscar e que estreia em 15 de Fevereiro nos cinemas. Depois estarei no Caixa Belas Artes 
Quinta-Feira (08): estarei em São Paulo, no CineSesc, como convidado para uma exibição especial para a imprensa do 1º filme brasileiro extraordinário, que estreia nos cinemas em 15 de Fevereiro, que é " ANTES DO FIM ", do cineasta Cristiano Burlan. Eu assisti esse filme em 2017 na 41ª Mostra Internacional de Cinema / São Paulo International Film Festival e afirmo que é extraordinário 
Essa semana comento os filmes " 120 BATIMENTOS POR MINUTO " e " VISAGES, VILLAGES " 
Enquanto isso, continuo procurando e esperando um grande amor cinéfilo 


Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

domingo, 4 de fevereiro de 2018

ITATIBA, essa é pra vocês:



Grande evento Sábado e Domingo: "Aero Fest"
O almoço do Sábado e Domingo tá garantido!
Acontece neste Sábado e Domingo (3 e 4/02), entre 11:00 e 00:00, no clube de aeromodelismo de Itatiba, ao lado do Parque Ferraz Costa/Senai, com quase 30 food trucks e mais de 10 cervejarias artesanais, além das exibições de aeromodelismo. É um momento imperdível na cidade de Itatiba e o "Daniel Serafim Mais Cinema" é um dos convidados especiais deste evento. Agradeço a Napolli Eventos , ao Sadao Oshido, que patrocinam o "Daniel Serafim Mais Cinema" e já estamos fazendo bombar esse momento especial na cidade de Itatiba. Venham fazer fotos, almoçar e curtir 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!jjjjj❤

Primeiras Impressões: O Insulto





" O INSULTO " 

~ Poderoso, extraordinário, arrebatador, fulminante, hipnótico, um puro nocaute e um assombro em inteligência. A imprensa, assim como eu, provavelmente deve ter saído, toda ela, completamente tomada da sessão especial deste filme de tirar o fôlego, ocorrida na última quinta-ffeira no Reserva Cultural, em São Paulo. Merecidamente indicado ao Oscar/2018 de melhor filme estrangeiro, o primeiro filme libanês a ser indicado ao Oscar, este filme nos deixa facilmente com a impressão de que pode desbancar os outros candidatos (embora eu ainda não tenha assistido o russo "Desamor"), tamanho o seu talento e potência. 

~ " O INSULTO " (que estreia em 8 de Fevereiro) é soberbo, é como se fosse uma grande alusão a icônica história do Rei Salomão, que pressionado por duas mulheres que diziam ser a mãe do bebê, resolve partir a criança ao meio e dar uma parte a cada uma delas, quando a verdadeira mãe se revela, abrindo mão da criança. " O INSULTO " é um filme que se propõe a examinar milimetricamente de quem é a culpa, mediante uma situação "banal", que acarreta drásticas consequências. Seria culpado o cristão irredutível que se sente insultado ou seria culpado o refugiado palestino que teria praticado tal insulto? Ambos vivem em Beirute e, por causa deles, Beirute se transforma no palco de um grande julgamento, dos mais extraordinários que vi no cinema nos últimos anos.

~ " O INSULTO " é um filme sobre o que a falta de um pedido de desculpas pode acarretar, mas que vai além e se transforma num filme que atravessa a história de povos em guerra, povos que foram vítimas das maiores mortandades e que, infelizmente, ainda vivem a intolerância e o preconceito. Este filme, assim como dito durante seu clímax, é sobre aceitar o outro. É extraordinário! Devo mencionar que " O INSULTO " tem um dos maiores atores coadjuvantes que veremos no cinema em 2018, o libanês Camille Salameh, que realiza uma atuação memorável (embora a última edição do Festival de Veneza tenha dado ao ator Kamel El Basha, espetacular, o prêmio de melhor ator).

Na foto: quem me veste para esta foto é a lojinha do Caixa Belas Artes, que hoje me cedeu a camiseta Nina Simone, que está à venda e a quem agradeço. Agradecimentos também ao Caixa Belas Artes, aCarolina Alonso, a Camila Coelho, a Imovision e aElias Olive. Vocês são meu tudo 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!





jjjjjj

A Forma da Água



Minha gente, que honra posar pra essa foto!
É chegada a hora: " A FORMA DA ÁGUA " 
Tive a honra de posar pra essa foto linda "de doer", nesse cinema histórico que me abraça e o qual amo com todas as minhas forças, o Caixa Belas Artes, para, mais que divulgar, gritar para São Paulo e o Brasil, que amanhã estreia um dos maiores espetáculos que poderemos testemunhar nos cinemas em 2018; e esse espetáculo tem nome, chama-se " A FORMA DA ÁGUA "; e esse espetáculo tem criador e é ele, um dos deuses do cinema, chamado Guillermo Del Toro, a quem meu coração continua entregue desde sua primeira maior obra-prima, " O LABIRINTO DO FAUNO " 
Fiz essa foto especial com carinho e todo o amor do meu coração! Esse ainda não é meu comentário oficial, com todos os parágrafos que esse filme merece, ajudando a revelar "um tiquinho" de seus tesouros, mas, por ora, saibam que essa "valsa" ao cinema se serve de dois personagens conquistadores, uma princesa muda e uma criatura anfíbia lindíssima, que vivem uma paixão um pelo outro. E, justamente essa criatura, se possível e havendo condições, precisa ser vista na maior tela de cinema que existir, pois ela é gerada com detalhes indescritíveis. Ela tem muita coisa pra se olhar! São merecidas as 13 indicações ao Oscar e, quem puder, assista no Caixa Belas Artes 
Assim, agradeço de coração ao Belas Artes pelo respeito e carinho pelo meu trabalho, agradeço Carolina Alonso e Camila Coelho 

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!nin