terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Em 2018: 50 anos de "2001 - Uma Odisséia No Espaço"

Clássico dos clássicos da ficção científica, "O" maior filme do gênero de todos os tempos, chega aos 50 anos


FOTOGRAFIA TIRADA NA FAZENDA SANTA BARBARA PARA
ESTA OCASIÃO

Esta é a 2ª das minhas 4 tradições cinéfilas quando se inicia um novo ano, é a minha "Sessão Nº 0.1: assistir um clássico antes de todos os filmes. E, pra começar, escolhi " 2001 - UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO ", que está chegando aos seus 50 anos de existência em 2018, compondo o patrimônio do cinema e detendo ainda o título de maior obra-prima da ficção científica de todos os tempos. É sem exagero!  Acredito firmemente que nunca se chegará a um veredito sobre qual seria a maior obra-prima de Stanley Kubrick, se seria "2001" ou  se seria "Laranja Mecânica", de fato, os dois filmes que certamente tomam conta dos gostos sobre o diretor. Mas o que ainda assusta é como "2001" permanece irretocável, é como assombra a história dessa nave pelo universo, dirigida por um computador, o HAL 9000, sob a sagrada direção de Kubrick e como assombra toda essa ideia concebida pelo escritor e cientista Arthur C. Clarke. Livro e filme foram lançados praticamente juntos e, provavelmente, um encontro desse calibre, de um Kubrick com um Clarke, não se repetirá. Da mesma forma que ainda permanece único o feito colhido com "2001", essa forma de confundir os limites entre cinema e imaginação, mergulhando no desconhecido à humanidade e despertando tantas sensações, quanto aflições ou alucinações. E, chovendo no molhado, vale dizer que permanece sem explicação a projeção de "2001" numa tela de cinema, um testemunho que esclarece como nenhuma televisão poderá transmitir uma essência de cinema, essência que encontra em "2001" a melhor das definições, senão a melhor!

Instagram Oficial: @daniel_serafim_mais_cinema 
Perfil Oficial: facebook.com/dsmaiscinema - Daniel Serafim

MAIS CINEMA! A GENTE SEMPRE QUER MAIS, DAQUILO QUE A GENTE AMA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário